quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

O fingidor

No rompante o fingidor estimula seus sonhos de glória
Uma constelação mísera em seu egoísmo de sobra

Ouçam o prodígio vangloriando sua crise poética!
Prodigioso fingidor!
É falso e desapropriado de talento e soberba
É inútil o erro de uma geração inquieta
Almeja a fama sem ter bom senso

E o fingidor rompe os tímpanos berrando:
Leiam-me! Notem-me! Me elogiem!
Pois de improviso provo a todo instante como sou pessoa vazia, egoísta, trapaceira e mesquinha

Sou personagem, sou cópia e finjo ser intelectualizado o suficiente
Mas no fundo, rompendo minhas barreiras infantis, sou uma eloquente demente
Que de grãos de soberba encheu uma personagem vazia
E mudo meu discurso improvisando com elementos que não são meus

Sou ego, sou cego, sou a gorjeta das palavras que me elogiam
Um fingidor indolente que de outros se beneficia
Romper com o ego é mais difícil que abrir os olhos e ver o ausente

E o fingidor finge que não entende, pois não é com ele
E rompe o silêncio bradando descontentamento
O tempo autopsiou o mestre e lá dentro não acharam talento
E quem escreve ouve suas próprias vozes e não apenas as quais vangloriam

9 Comments:

  1. Nanda Oliveira said...
    Uauu moça! Vc mesmo quem escreveu?! Incriblee!!
    Por isso eu sempre sou eu, se alguém não gosta de mim, q fique longe, essa é a minha personalidade, sinto muito se não se agrada.
    rsrs

    BEIJOS, parabéns!!
    Tita&Turci said...
    Parabéns, adorei!
    Muito bem escrito. Adorei o seu blog!
    Beijinhos Tita!
    Silvana Persan said...
    e no fim, todas as palavras são, antes de tudo, fingimento. e o poeta, na sua tarefa de registrar os dias de sua época, é um fingidor e, assim, a pimenta do planeta.
    Diogo said...
    Oi Mayna , tudo bem com você?

    E não fingimos sempre? Não fosse assim, ninguém entenderia a gente.

    Estou com um projeto novo , uma Comunidade de Poemas, onde as pessoas podem democraticamente postar suas poesias em texto e audio. Da uma conferida lá depois!!

    Abraço!
    Macaco Pipi said...
    só as frases ali paguei pau >:d
    Dois cubos de gelo said...
    Parabens pelo blog, escreve muito bem (:
    Jessica Pagliai said...
    A La Pessoa Ortonimo, adorei

    Beijinhos :*
    Anny Maria said...
    a poesia é a forma mais pura de falamos o que sentimos, você soube se expressar muito bem.

    Até mais.
    Francorebel said...
    Textos maravilhosos como esse é que deixam a net cada vez mais poética... tudo lindo, valeu de novo!

Post a Comment




Free Blog Templates