domingo, 20 de setembro de 2009

A Sombra do Vento


Há cerca de três meses, li um livro chamado A Sombra do Vento (La Sombra Del Viento), do escritor espanhol Carlos Ruiz Zafón e me encantei. O autor consegue valorizar na mesma obra, tanto o escritor, quanto o leitor.

O livro não é apresentado apenas como objeto, mas também como portal de novos planos e enriquecedor da existência. O escritor é valorizado, mas o escritor real seja ele renomado ou não. Ele deixa de ser apenas um preenchedor de páginas e passa a ampliar o espírito humano.

E por fim, é homenageado o leitor que lê apenas para passar o tempo e aquele que termina um livro, porém esforça-se em conhecer mais a respeito da obra e de quem a escreveu.

A história começa na cidade de Barcelona, em 1945. Daniel Sempere ao completar 11 anos é levado por seu pai ao Cemitério dos Livros Esquecidos. O local é conhecido por um grupo seleto de pessoas. Se trata de uma biblioteca secreta e labiríntica que funciona como depósito para obras abandonadas pelo mundo, à espera de que alguém as descubra. É lá que Daniel encontra um exemplar de A Sombra do Vento, do também barcelonês Julián Carax.

Ao chegar em casa, Daniel devora o livro e após a leitura interessa-se em descobrir mais sobre o autor, o primeiro desconhecido e depois misterioso escritor Julián Carax. Obcecado, Daniel começa então uma busca pelos outros livros de Carax e, para sua surpresa, descobre que alguém vem queimando sistematicamente todos os exemplares de todos os livros que o autor já escreveu. Na verdade, o exemplar que Daniel tem em mãos pode ser o último existente. E ele logo irá entender que, se não descobrir a verdade sobre Julián Carax, ele e aqueles que ama poderão ter um destino terrível.


Em sua busca de início aparentemente inocente, Daniel acaba adentrando os mistérios e segredos mais obscuros de Barcelona, e conhece uma galeria de personagens que vão ajudá-lo a resolver o mistério de Carax. Dom Gustavo Barceló, célebre livreiro barcelonês, seriamente interessado em comprar o exemplar de A Sombra do Vento que Daniel lhe mostra; sua linda sobrinha cega, Clara Barceló, que revela a Daniel os primeiros elementos do mistério que cerca Carax e sua obra e por quem o menino se apaixona perdidamente; Fermín Romero de Torres, mendigo de passado glorioso e aguçado senso de humor que se tornará o maior aliado de Daniel na busca da verdade; Nuria Monfort, mulher triste que guarda em seu apartamento escuro um grande e doloroso segredo; e Javier Fumero, o cruel policial que também parece dedicar a vida a perseguir o fantasma de Julián Carax.

À medida que vai descobrindo mais sobre a vida de Carax, Daniel entende que o mistério de sua obra está de alguma forma relacionada à história de amor entre dois jovens do início do século: o próprio Carax, filho de um modesto chapeleiro, e Penélope Aldaya, filha de uma família da alta sociedade de Barcelona. E enquanto a cidade e seus personagens vão aos poucos lhe revelando os segredos e as conseqüências dessa história de amor do passado, o próprio Daniel também descobre o verdadeiro amor nos braços de Bea, irmã mais velha de seu melhor amigo Tomás Aguilar.

20 Comments:

  1. JuANiTo said...
    Olá!
    Me pareceu interessante o livro!
    Se algum dia me deparar com a oportunidade de poder ler este livro, irei ler.
    Já que algo pra ser indicado tem que ser bom.

    Abraço!
    Fernando Gomes said...
    Está na minha lista de livros a ser lido, mas ainda não me animei.

    fico devendo uma opinião
    :D
    kbritovb said...
    vo procurar aki
    vlw pela dica
    Cristiano Contreiras said...
    Curioso, cheguei a vê-lo semana passada, na Saraiva, mas peguei outro.
    Mas, realmente, preciso conferir.

    Ah, gostei do tom do seu blog aqui, portanto te sigo...bem de perto!
    Anônimo said...
    Olá Mariana.
    Legal o post. Me interesse pela história. Gosto de enredos que mistura um pouco de ação, e A Sombra do Vento, se bem entendi, parece ser assim. O Luís leu o livro e comentou lá no Literatura e Cinema com a participação especial de um colega nosso, o Antonio.

    Pretendo ler esse livro, mas tenho outras leituras preferenciais na frente, rs.

    Até mais.
    Renan said...
    Nossa. Acho que o meu comentário foi cheio de erros. Irei escrever outro e por favor, desconsidere o primeiro
    Renan said...
    Olá Mayna.
    Gostei do post. Não li o livro, mas a estória me pareceu interessante. Goste de enredos com um pouco de ação e se bem entendi, A Sombra do Vento parece ter um pouco já que o garoto está em busca da verdade sobre o autor do livro.

    O Luís leu e comentou no Literatura e Cinema com a ajuda de um colega nosso, o Antonio. Tenho vontade de ler esse livro, mas há leituras preferenciais na frente, rs.

    Até mais.
    palavras ao vento said...
    eu vejo esse livro na partilheira da biblioteca e nunca peguei ele...na minha proxima ida la..se ele tiver vou ler...achei interresnate a storia...ate,,,
    Gaia said...
    É sempre bom encontrar post's sobre livros, asim fico conhecendo mais sobre eles e já tenho uma idéia de que se chegar em minhas mãos logo vou le-lo!
    No momento estou lendo a garota que roubava livros e já tenho um próximo na lista A cabana, q muitos ja indicarão e li algumas pagians e tbm indico :)
    Dual said...
    éé..a dica vale bastante..mas vale mais pra quem gosta de ler e não é mto minha praia!

    mas kem sabe eu não anote e se algum dia eu parar pra ler eu não leia logo isso!
    Marcelo Augusto Cetreus said...
    Ganhei seu livro semana passada! Estou doido para ler, mas tenho que esperar ter tempo! Otimo blog!

    Abraços!
    A.C Once Caldas - SM said...
    olha, deve ser um ótimo livro, tentarei adquirir ele :D
    Dú Esperanco said...
    não me surpreende em nada que você tenha gostado de um livro de autor de língua espanhola...
    depois de garcía marquez, ficou provado isso...
    eu li sobre esse livro na veja, to com vontade de ler!!
    Dú Esperanco said...
    não me surpreende em nada que você tenha gostado de um livro de autor de língua espanhola...
    depois de garcía marquez, ficou provado isso...
    eu li sobre esse livro na veja, to com vontade de ler!!
    Caboclo said...
    Gostei da dica,irei procurar!
    Alexandre Silva said...
    Nunca ouvi falar no livro, mas pelo que pude ver é do tipo que me agrada. É bom descobrir livros assim, digo isso pq já tive uma experiencia dessas, de descobrir um livro num blog, ler ele dps e gostar...
    Vou anotar essa dica.
    Abcs
    http://falandoprasparedes.blogspot.com
    Fabio Alves said...
    isso me faz lembrar que tenho q voltar a ler mais livros, fico só na quelas 2 ou 4 pág. do livro alheio no onibus... gostei do texto .. bjs pra ti e se cuida Marina rs* bjs
    Sugar Cake said...
    Deve ser bom! Vc o tem? Tá me devendo "A Menina que roubava livros" hein, mesmo vc falando q ñ é muito bom, quero ler, hehehe.
    Saudades!
    Bjux =***
    Escorpiana said...
    obrigada pela dica de leitura.
    parabéns pelo blog
    Daniel said...
    Livro muito bom!

    Fiquei preso nesse romance e devorei o livro...Um mar de mistérios a serem desvendados e uma viagem por Barcelona e pela sua história!
    Tive muita vontade de conhecer o cemitério dos livros esquecidos....rs

Post a Comment




Free Blog Templates