segunda-feira, 22 de setembro de 2008

PEDACINHO DE PAPEL



Posso viajar pelo céu

num pedacinho qualquer de papel,
Escorregar no arco-íris de ponta a ponta,

e viver no mais lindo faz-de-conta...
Deixo-me perder na fantasia,sentada em uma nuvem macia.
Saltando de nuvem em nuvem no ar, troco as estrelas de lugar
Subo na pontinha da lua, passeio por ela sorrindo, enquanto devagar o sol vem surgindo...
Pego os raios do sol faço balanço,

o vento me sopra enquanto descanso.
Escondo o sol no horizonte

E salto do balanço no monte.
Neste delicioso devaneio, completo meu passeio,
E assim...

Viajo pelo mundo...

Pintando outra noite no céu, no meu pedacinho de papel.


21 Comments:

  1. Fábio Flora said...
    Adorei as crianças voando "numa folha qualquer"... Será que elas estão olhando pro "sol amarelo"? Acho que sim...

    Ah, se puder, dá uma passadinha no Ultramuito: http://ultramuito.blogspot.com
    Antonoly said...
    A palavra de ordem é viajar, não importa como.

    www.blowgh.wordpress.com
    Ellen Regina said...
    Puxa, Mayna! Desculpe-me a sinceridade, mas apesar de gostar muito dos seus textos o estilo deste acima não é o meu preferido...
    Lidianne Andrade said...
    muito legal o poema
    Lidianne Andrade said...
    parabéns pelo poema! amei!
    Vitor Augusto said...
    *-*
    gostei

    sol vem surgindo...
    Pego os raios do sol faço balanço,
    o vento me sopra enquanto descanso.


    adorei essa parte
    Bãd said...
    Legal...

    Muito lírico, dona.
    Parabéns!

    bjos
    Pedro Junior said...
    Me fez lembrar a clássica música de Toquinho... mt bom adorei


    Passa lá no meu blog depois
    Alisson said...
    Obrigado pelo poema.

    as pessoas que conseguem realmente salvar o mundo são as que não fazem nada para destrui-lo.

    a poesia é uma forma de salvar o mundo. Assim como Jesus tbm é! ^^


    -------
    www.dacordasuapaz.blogspot.com
    -------

    See you! ^^
    Muriell Knoll said...
    ahh adoreii **
    vou volta sempre (L)
    escreves tao bem
    Alexandre Silva said...
    Pô, achei q tinha sido só comigo...rsrsrs. Lembrei na hora de "Aquarela" do Toquinho. "Numa folha qualquer eu desenho um sol amarelo..." hehehe
    Bacaninha o texto. E essa cara aí acho q seria a msma q eu faria se tivesse essa oportunidade...rsrs
    Abraço
    http://falandoprasparedes.blogspot.com/
    Miss K said...
    claro q isso eh uma inspiração na musica aquarela neh!
    rfafla said...
    lendo isso mi deu vontade de desenhar :P
    Hugo Ceregato said...
    Ultra legal textos com riminhas. Elaborados demais pra mim, rs.
    Jonatas Fróes said...
    Lembrei de "Aquerela Brasileira" do Toquinho. Ficou bem interessante ^^

    ;*

    Musikaholic
    abutre236 said...
    Realmente o poema lembra muito "Aquarela" do Toquinho. Muito bom, parabéns.
    Diógenis said...
    UAHSuahsuhasuhauhsuhas

    Verdadee.. lembra 'Aquarela' mesmo !
    ;D

    Bem acriativa.
    Muito boom vio ?

    www.fator-d.blogspot.com
    passa lá

    Atualizei a Serie Detalhes
    ;)
    Sugar Cake said...
    Malukada voltei com o blog. Passa lá. Que menina mais talentosa hein!!! Adoro os seus poemas!
    Bjux =***
    Bia said...
    Oi amiga!
    Cadê vc nesse blog??? Desanimou???
    Fiz um blog novo com as minhas poesias!!!
    Apareça!!!

    Bjs
    Marcelo said...
    Muito legal. Me lembrou Toquinho em Aquarela com o pinguinho de tinta que cai num pedacinho azul do papel.
    Ah.. e a gravura ficou uma delícia.
    Muito legal
    Anônimo said...
    Gostei do seu blog lindo !!!!!
    Parabéns
    Acessem:
    http://minhasartesrubensparizio.blogspot.com/
    http://refrigeracao-2007.blogspot.com/

Post a Comment




Free Blog Templates