sábado, 25 de outubro de 2008



Suave é a noite, assim como a brisa que
acaricia meu rosto molhado de lágrimas
Que deslizam inocentemente de meus olhos.


Há um grito preso em mim,
Um nó que me vêm à garganta

E me impede de sorrir livremente.

Olho para o nada

Por trás de meus olhos castanhos,
De minhas mãos ágeis de poeta,

De meu riso solto no ar, há um

Não sei que, de desassossego,
De raiva, de solidão...

Quero gritar, mas quem poderá me ouvir?

Enquanto todos dormem e pensam
O quanto felizes são

Eu tento entender por que o meu pôr-do-sol no horizonte

Não é dourado, ou por que

As minhas manhãs são cinzentas

E pesadas demais para se suportar.


Quero um abraço, mas quem poderá me envolver?

Estou embriagada em minhas próprias lágrimas;

Me torturo neste silêncio

E destilo minhas lágrimas nestes
versos insólitos e, talvez, vazios
Para que alguém sinta

Um pouco da dor que sinto

E que me destrói, matando-me aos poucos...

19 Comments:

  1. Antonoly said...
    Gostei muito do seu texto e dos seu estilo de escrever, parabéns!
    Nerd said...
    Bom blog ^^

    Continue assim!!
    Abçs
    Brunín...® said...
    eu tô num sentimento quase parecido com o do poema... e olha que eu nem fico assim muito fácil, mas é que várias coisas ruins aconteceram tão rápido que nem dá pra pensar muito...

    "Quero um abraço, mas quem poderá me envolver"?
    MissCrazyLove said...
    mtu lindo!
    =**
    Karla Hack said...
    Parece que descreveu meus últimos dias, onde tenho me quesdtionada sobre esta vida que levo, esta ausência sem nome, esta dor do desassosego..
    Prendeu-me nestes versos!

    ;D

    bjus
    Márcio Ribeiro said...
    Um tanto triste, mas quem vive só de momentos felizes? Aliás, quem já não sentiu-se assim, em meio as manhãs cinzentas...

    www.comideiaseideais.blogspot.com
    amandaedalete said...
    eu sempre gosto de comentar aqui, tem cada texto massa.
    B-ju linda
    Márcio Ribeiro said...
    Como eu tinha falado , "quem já não sentiu-se assim antes?".

    Adoro seus textos!
    www.comideiaseideais.blogspot.com
    Inho said...
    Belo poema!!!
    simple_chi! said...
    meu deus, que lindo!
    amei!!! super me identifiquei!!
    ótimo!! Parabens!!
    Voce tem muito jeito pra coisa!!!
    uau..
    Kacau said...
    Belo poema, são sempre simples, sinceros, e nos enche o coração e a alma de alegria e suavidade. Lindo!


    http://messnatural.blogspot.com/
    WiComédia said...
    legal seu blog..

    ---
    VISITE:
    www.wicomedia.blogspot.com
    Thiago_ajairon said...
    eu aqui lendo seu belo poema ouvindo sentimental dos hermanos, foi um clima pesado que me circulou!

    escreve bem, ler por ajudar a melhorar caso queira! XD

    forte abraço!










    http://ajairon.blogspot.com/
    Lua said...
    lindas palavras, tristes mas bonitos sentimentos. ts sintetizado pela poesia e revelado pelo poema.
    perfeito.
    Beatrz said...
    Lindissimo seu poema nossa, perfeito, queria eu escrever tão bem, tah de parabéns!!!=]
    Sucesso pro teu blog!!!;)
    Ana Lucia Nicolau said...
    Oi Mayna, tô passando por aqui pra te falar que ndiquei esse blog para o recebimento de um selo...passa lá no meu blog Ana Lucia Nicolau pra pegar.
    tchau!
    rosangela said...
    Ola???

    Temos um selo pra vc lá no nosso Blog de uma passada pra "pegar".

    Abç..

    http://ananicolau.blogspot.com/
    Euzer Lopes said...
    Lendo este texto tive a nítida impressão de estar vendo você contar um daqueles sonhos malucos que a gente tem e, quando acorda, parece que ele foi totalmente real, o que é mais angustiante ainda.
    http://cuiosidadesbrasil.blogspot.com/ said...
    muito show essa poesia
    me amarro em poemas

Post a Comment




Free Blog Templates